Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Reduz o risco de falecimento por diversas causas: na Europa, as pesquisas científicas afirmam que o consumo de 22 a 32 gramas de álcool por dia tem um efeito “protetor” sobre a saúde, evitando a morte por várias causas. Na Dinamarca, França e Inglaterra afirmam que se for consumido moderadamente é melhor que a cerveja ou outras bebidas alcoólicas.

Minimiza os efeitos do cigarro: O vinho serve para reduzir os danos causados pelo tabaco nos vasos sanguíneos, seja por provocar o relaxamento ou a vasodilatação dos mesmos. Sobretudo, produz efeitos positivos no endotélio (uma camada de células que reduzem a fricção entre os vasos linfáticos e sanguíneos), mas, principalmente, sobre o coração.

Previne doenças cardiovasculares: é um dos benéficos mais conhecidos do vinho tinto, sempre quando consumido em quantidade adequada e com regularidade. Os cientistas dizem que o vinho tinto reduz a possibilidade de ocorrência de doenças coronarianas, reduzindo a produção do colesterol “mau” e aumentando a produção do “bom”.

Possui efeitos anticoagulantes e antitrombóticos: isto não se consegue bebendo apenas diariamente, mas foi detectado que mesmo os consumidores esporádicos apresentam menor quantidade da proteína fibrogênica, que promove a formação de coágulos de sangue.

Previne o aparecimento da arteriosclerose: uma das enfermidades causadas pela degeneração das artérias. O vinho permite neutralizar os seus sintomas e até impedir o seu aparecimento. A arteriosclerose ocorre quando os vasos sanguíneos perdem a sua capacidade de relaxar. O álcool desta bebida ajuda os vasos a permanecerem saudáveis graças à formação de óxido nítrico, substância fundamental no relaxamento vascular.

Equilibra a pressão arterial: como já se sabe, o consumo excessivo de álcool provoca hipertensão arterial, mas beber uma taça de vinho (250 ml) ao dia produz o efeito contrário, porque abaixa a pressão, logo após a refeição, nas pessoas que sofrem deste mal.

Reduz a formação de cálculos renais: A ingestão diária de vinho tinto diminui o risco de desenvolvimento de pedras nos rins.

Evita o aparecimento do Mal de Alzheimer: os estudos científicos demonstraram que o resveratrol (uma substância do vinho tinto) produz efeitos neuro protetores, ajudando no combate ao desenvolvimento deste mal.

Fonte: Blog melhorcomsaude.com

Vinícola Fazenda Santa Rita

A Vinícola Fazenda Santa Rita está localizada nos Campos de Cima da Serra/RS e é uma centenária e tradicional empresa do agronegócio

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.